├ Notícias

 
14/03/2016
Como evitar erros no preenchimento da Declaração do Imposto de Renda

A Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda (IRPF) é uma tarefa complexa que reúne um volume significativo de informações relevantes e, por isso, exige organização impecável e atenção redobrada na informação dos dados. Elaborar um check list dos documentos necessários, organizá-los e procurar o assessoramento de um profissional da Contabilidade são medidas importantes para evitar problemas na última hora.

O contador Celso Luft, vice-presidente de Relações com os Profissionais do Conselho de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRCRS), preparou uma lista das principais novidades e cuidados a serem observados para a Declaração de 2016:

1) A Declaração somente é obrigatória para quem teve rendimentos tributáveis a partir de R$ 28.123,91 ou rendimentos isentos a partir de R$ 40mil;

2) É obrigatória a informação do CPF de dependentes maiores de 14 anos;

3) No campo de identificação do contribuinte, a ficha "Informações do cônjuge ou companheiro" foi substituída pela pergunta sobre o nome e CPF do cônjuge;

4) Profissionais das áreas de saúde, odontologia e advocacia devem incluir seu registro na identificação e, quando receberem rendimentos de pessoas físicas, deverão informar de maneira individualizada nome, CPF e valor. Isto vai evitar retenção em malha por despesas médicas e nos casos em que houver recebimento de valores de processos trabalhistas;

5) Autônomos e profissionais liberais que receberem rendimentos de trabalho não assalariado deverão informar seu NIT/PIS/PASEP (visa o cruzamento de dados da Receita Federal do Brasil (RFB) e contribuições para o INSS);

6) Na área tecnológica, a gravação, a verificação de pendências e a transmissão da Declaração ocorrem em um único botão: 3 em 1, Entrega da Declaração;

7) Permanece a possibilidade de preenchar a Declaração on-line sem necessidade de baixar o programa da RFB, porém, com uso de certificado digital;

8) Outra facilidade é o M-IRPF, serviço "Fazer Declaração", para dispositivos móveis, como tablets e Smartphones, porém com restrições: não é permitido para quem recebeu rendimentos do exterior, apurou ganhos de capital e/ou rendimentos recebidos acumuladamente;

9) A facilidade da Declaração do IRPF pré-preenchida vale somente para quem possui certificação digital;

10) O layout da Declaração apresenta ferramentas que auxiliam a navegação e tela com atualização permanente do imposto a pagar ou a restituir.

11) O envio só poderá ser feito pela internet, para o site da RFB, até às 23h59 do dia 29 de abril.

 

Fonte: CRCRS

 


As matérias aqui apresentadas são retiradas
da fonte acima citada, cabendo à ela o crédito pela mesma.
 

├ Agenda

Congressos Cursos e Palestras Eventos Esportivos Eventos Sociais Reuniões Seminários

├ Divulgação

├ Certificação

├ Parceiros

├ Publicidade

EBS Sistemas
©2008 SINCONTECSINOS - Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale dos Sinos  
Rua Osvaldo Aranha, 115 - Centro - São Leopoldo - RS  |  Fone: 51 3592-6493  |  E-mail: sindicato@sincontecsinos.org.br  |  Créditos

Colégio Gustavo Schreiber EBS Sistemas VILAGE - Marcas e Patentes Certificação Digital CEONline SINCONTECSINOS Página Inicial Contato